Medicina em Portugal, como concorrer ?

O curso de Medicina em Portugal é oferecido pelas universidades de Coimbra, Porto, Nova de Lisboa, Lisboa, Minho, Beira Interior, Madeira e Açores. Anualmente são abertas 1517 vagas.

Apesar de serem instituições públicas, o ensino não é gratuito. As anuidades custam em média 1200€. Contudo, considerando que os valores das universidades particulares no Brasil podem chegar até 144 mil reais ao ano, pensar em fazer medicina em Portugal pode ser uma ótima opção.

Para concorrer a uma dessas vagas é necessário ter cidadania portuguesa ou europeia ou residir legalmente em Portugal há mais de dois anos, de forma ininterrupta, em 31 de agosto do ano em que pretende ingressar no ensino superior.  A forma de acesso é feita através do concurso nacional. Portanto, o ENEM não é aceito para este curso. Um aspecto muito importante, é que a nota do ensino médio também é levada em consideração como critério de aprovação. Assim, é fundamental ter excelentes notas em todo o ensino médio, pois a concorrência é muito grande.

Como são as provas para Medicina em Portugal?

Diferente do ENEM, que os alunos fazem prova de todas as matérias que estudaram no ensino médio, em Portugal para o curso de Medicina, o aluno terá que fazer apenas as provas de Biologia/Geologia, Matemática e Física/Química.

Você deve ter notado que o número de provas é menor, entretanto, é importante esclarecer que o grau de dificuldade não é menor. O conteúdo cobrado tem as suas diferenças, com relação ao que o aluno estuda no Brasil. Além disso, as provas apresentam questões de múltipla escolha e questões discursivas.

Um outro ponto que devemos considerar é que, apesar de falarmos a mesma língua, existem diferenças consideráveis em relação ao vocabulário e a forma de se expressar. Portanto, para ter alguma chance de aprovação é necessário se preparar.

Não adianta pensar que a preparação para o ENEM é suficiente para ter um bom desempenho no exame nacional. Estar familiarizado com o tipo de prova e aprender os conteúdos é fundamental. Assim, nossa dica é: se você está pensando em se candidatar, comece a estudar pelo menos 1 ano antes.

Mas como se preparar para os exames?

Para começar, você deve fazer um bom plano de estudos que englobe todo o conteúdo que será cobrado nas três provas. Como existem conteúdos que não são vistos no Brasil (por exemplo Geologia), estudar todo o programa, desde o início, fará toda a diferença.

Se familiarizar com o formato das provas também é muito importante. Baixar algumas provas de anos anteriores, pode te dar uma boa ideia de como o conteúdo é cobrado. Além do mais, isso irá lhe ajudar a conhecer melhor o vocabulário utilizado.

Para começar a se preparar, ainda no Brasil, indicamos uma plataforma online de ensino. A apresentação do conteúdo é feita através de aulas interativas, vídeos, animações e exercícios, sendo uma ótima opção para a sua preparação. Para saber como ter acesso a esse e outros recursos clique aqui.

Para saber como se inscrever no exame nacional, veja o nosso post Como concorrer a graduação tendo cidadania , lá você encontrará todas as informações necessárias para concorrer a uma vaga.

8 Comments

  1. Ola! É dito no texto que a nota do ensino medio é levada em consideração como criterio para aprovacao. Pois tenho uma duvida: é imprescindivel que se curse o ensino medio em Portugal?

  2. Olá Rubens,
    Você não precisa ter feito o ensino médio em Portugal. Entretanto, terá que fazer a equivalência do que foi feito no Brasil. Neste documento aparecerá a média das notas do seu ensino médio transformada para a escala portuguesa.

    • Olá Stella,

      A equivalência é um documento emitido por uma escola secundária de Portugal indicando que o seu ensino médio feito no Brasil se equivale ao ensino secundário aqui de Portugal. Além disso, e principalmente, apresenta a sua média convertida para a escala de notas portuguesa.

  3. Obrigada pela resposta, Rosimar, mais uma pergunta, como solicito esta equivalencia? Estou em Portugal há um mês mas trouxe comigo todos os documentos!

  4. Para solicitar este documento você deverá ir a escola secundária mais próxima da onde está morando, levando seus documentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *