Tem cidadania europeia? Saiba como fazer a graduação em Portugal.

Você já deve ter ouvido falar que o ENEM é aceito em Portugal como prova de acesso para os cursos de graduação. Contudo, os brasileiros que possuem dupla cidadania, sendo uma europeia, não podem usar suas notas do ENEM para garantirem uma vaga. Nesse caso  o estudante é considerado nacional ou equiparado, tendo que concorrer através dos mesmos concursos oferecidos aos estudantes portugueses. Isso também se aplica, em alguns casos, aos estudante que possuem dupla cidadania e que já estudam em uma universidade no Brasil e querem se transferir para Portugal.

Existem em Portugal várias formas de acesso ao ensino superior.  A forma de acesso mais comum é o concurso nacional. Para se candidatar ao concurso nacional o aluno deve fazer os exames nacionais. Estes exames são feitos em Portugal no mês de junho. Em julho existe uma segunda chance para os alunos que pretendem melhorar  a nota, mas só poderá fazer em julho que fez a prova de junho.

Diferente do ENEM, no exame nacional o aluno não faz a prova com todas as disciplinas que estudou no ensino médio. Para os que estão terminando o secundário existem provas obrigatórias (Português, por exemplo),  mas, para quem faz apenas para o acesso ao ensino superior, as disciplinas dependem da instituição e do curso que vai se candidatar.

Por exemplo, se o aluno quer se inscrever  no curso de Economia da Universidade  de Lisboa, poderá usar as notas das provas de Matemática e de Economia, ou só a nota de Matemática, ou a nota de Matemática e de Português, mas, se optar pelo curso de Economia da Universidade de Coimbra terá que fazer apenas a prova de Matemática. Ou seja, fará um conjunto de provas necessárias para o curso escolhido.

Outra grande diferença é que as notas do ensino médio compõem a nota final de candidatura, ou seja, é feita uma média de todas as notas tiradas pelo estudante. Para quem fez o ensino no Brasil, é necessário tirar a certidão de equivalência. Esse documento é obtido em escolas secundárias de Portugal. Para tal, é necessário se dirigir a uma escola secundária com o histórico escolar devidamente certificado (apostila de Haia).  Desta forma, é indispensável que o aluno, que queira se candidatar aos cursos com maior concorrência, tenha boas notas ao longo do ensino médio.

Se você necessita prestar os exames nacionais, é fundamental ter em mente que os conteúdos são um pouco diferentes do currículo brasileiro. Algumas disciplinas nem sequer são dadas no ensino médio, como é o caso de economia e geologia. Até mesmo os conteúdos de Língua Portuguesa, não são os mesmos e existem variações sutis da língua que podem dificultar, e muito, quem não está habituado com o "português de Portugal". Portanto, se faz necessário uma boa preparação, com uma certa antecedência.

Se precisar de ajuda para concorrer a uma vaga nas universidades portuuesas pelo exame nacional, pode contar conosco. Disponibilizamos um serviço de assessoria para tirar todas as suas dúvidas, fazemos a inscrição do aluno aqui em Portugal e obtemos o certificado de equivalência. Indicamos ainda, ferramentas para que os estudantes com dupla cidadania possam se prepara para os exames e assim aumentar suas chances de aprovação.

Tem alguma dúvida ou precisa de algum esclarecimento?

Preencha o formulário

32 Comments

  1. Gostaria de saber mais sobre essa assistência para o ingresso pelo concurso nacional e também sobre o curso, pois o link levou a uma página que não existe.

    Outra dúvida é que fui uma aluna mediana no ensino médio, tendo minhas notas quase sempre chegando na média, isso pode influenciar muito no meu caso? Quero ingressar em uma universidade boa de medicina veterinária, como a do Porto ou a de Lisboa.

    Tentarei também pedir transferência, pois estudo em uma Federal do brasil, e sempre tirei notas boas, isso tem peso na escolha dos alunos que vão ingressar por transferência? Obrigada

    • Olá Júlia,

      Prestamos um serviço para quem quer fazer o exame nacional. Na assessoria está incluido alguns serviços que serão feitos aqui em Portugal, como por exemplo a inscrição do aluno em uma escola secundária portuguesa, onde ele irá realizar as provas e a certidão de equivalência do ensino médio do Brasil com o secundário de Portugal.

      A nota final do concurso leva em consideração sua nota do ensino médio, e para cursos com muita procura ter notas boas no ensino médio é muito importante.

      Este ano, algumas universidades começaram a aceitar, para o concurso de transferência de alunos que possuem dupla cidadania, as notas do ENEM. Pode ser uma boa oportunidade para o seu caso.

      Sugiro que você envie mensagem pelo nosso formulário de contato, para que possamos lhe dar informações mais completas.

      Um forte abraço.

  2. Gostaria de saber o que tenho que fazer para ingressar em uma faculdade de medicina em Portugal, tendo dupla cidadania. À vista que tive notas boas no ensino médio, mas não excelentes, isso influenciará muito?
    Além disso, gostaria de obter mais informações sobre essa assistência para brasileiros com dupla cidadania.

    • Olá Beatriz,

      A Certidão de equivalência é um documento tirado em qualquer escola secundária em Portugal. Nessa certidão a escola vai lhe atribuir uma média do ensino médio, com base nas notas do seu histórico e transformar para a escala de notas portuguesa. Essa nota é importante pois ela também é usada para concorrer as universidades.
      Espero ter ajudado.
      Um forte abraço,
      Rosimar Gouveia – Estudar em Portugal

    • Olá Antônio,

      Sim, sua filha tendo a cidadania pode ser candidatar ao curso de medicina. Contudo, deverá se inscrever e fazer os exames nacionais portugueses.

      Espero ter ajudado.

      Um forte abraço,

      Rosimar Gouveia – Estudar

  3. Olá, gostaria de saber o que acontece se o estudante entrar na Graduação em Portugal pelo ENEM e obtiver a dupla cidadania depois do seu ingresso. Tem algum problema?

    • Olá Ludmila,

      Normalmente, quando o aluno consegue a cidadania após a aprovação, ele poderá passar a pagar o mesmo que os estudantes nacionais no ano seguinte. Ou seja, se você se matricular em Setembro de 2018 e sua cidadania sair em Janeiro de 2019, só irá pagar o mesmo valor dos portugueses após fazer a matrícula para o ano letivo seguinte (Setembro de 2019).

      Contudo, isso não é uma regra geral. Portanto, o melhor é confirmar diretamente com a universidade que pretende se candidatar.

      Espero ter ajudado.

      Um forte abraço.

      Rosimar Gouveia – Estudar em Portugal

  4. Boa noite,
    Não tenho cidadania, porém estou comprando um imóvel em portugal e estarei indo morar no segundo semestre.
    Sou aluno de faculdade Federal aqui no Brasil (UFF), conseguiria a transferência para alguma faculdade em Portugal?

    • Olá Claupper,

      Não tendo a cidadania você pode se candidatar através do concurso para estudantes internacionais. Sendo aprovado, poderá pedir a isenção das disciplinas já cursadas no Brasil.

    • Sugiro que reveja a informação sobre ao adquirir a nacionalidade durante um curso passará a pagar como nacional. Em todas as universidades que busquei informação diretamente essa possibilidade não existe. Não há como entrar com Enem e depois pagar como nacional. ( Seria o famoso “jeitinho braseiro”) E pelo novo estatuto do estudante, só de ser filho de cidadão europeu a nota do Enem não pode ser utilizada. Portanto se entrar como estudante internacional ( através do Enem) pagará como estudante internacional até o final do curso mesmo que no decorrer do mesmo, adquira a nacionalidade européia.

  5. Olá, gostaria de saber como funciona para se inscrever no exame nacional e se eu preciso ir a portugal fazer a prova? e quando é?

    • Olá Nicole,

      A inscrição para os exames nacionais é feita em qualquer escola secundária em Portugal. A prova também é feita em Portugal. A inscrição acontece em Fevereiro e as provas em Junho.
      Temos um serviço direcionado para os exames nacionais, onde fazemos a inscrição para o aluno, requeremos o certidão de equivalência e a preparação para os exames. Você só precisará estar em Portugal para fazer as provas. Se quiser mais informações sobre este serviço, envie uma mensagem para rosimar@estudaremportugal.com.br.

      Um forte abraço,

      Rosimar Gouveia – Estudar em Portugal

    • Olá Noemia,

      Para fazer inscrição para o exame nacional de 2018, o prazo acabou dia 1/3. Contudo, ainda podes tentar fazer a inscrição fora do prazo, pagando uma multa.

  6. Olá, eu terminei o ensino médio no Brasil.
    Se eu tirar uma nota boa no Concurso Nacional de Portugal e a nota ser boa o suficiente para entrar no curso de medicina ainda sim eles olham o histórico escolar ou só é necessário a nota do concurso nacional??
    Me questiono quando a isso pois minhas notas no ensino médio fora medianas.

    • Olá Júlia,

      A nota de candidatura (nota final) para o curso de Medicina é calculada pela média da nota do exame nacional com a nota do ensino médio. Isto significa que mesmo que você tenha ido muito bem nos exames, entrará a média do ensino médio neste cálculo. Se você quiser, envia um e-mail para rosimar@estudaremportugal.com.br com uma foto do seu histórico que podemos calcular a sua média na escala de notas portuguesas. Assim, você saberá as suas reais chances.

      Um forte abraço,

      Rosimar Gouveia – Estudar em Portugal

  7. Boa noite, tenho dupla cidadania Espanhola , gostaria de saber se eu me encaixo nesse padrão visto ser européia? E mais, eu gostaria de ter acesso a esse exame nacional, acesso a provas anteriores assim como no Brasil a gnt consegue, pra ter idéia do quão diferente cada matéria é cobrada. Me interesso pelo curso de medicina, tenho dúvidas tb a respeito da nossa variação linguística, se é possível por exemplo fazer uma redação ou prova aberta usando o nosso português do Brasil …obrigado!

  8. Boa noite,
    Minha filha tem dupla cidadania portuguesa e gostaria de saber quais faculdades ainda sim aceitam a nota do ENEM para o ingresso, para que ela não precise fazer o exame nacional.
    Sendo também portuguesa mas residindo no Brasil ela poderia usar o ENEM e as notas do ensino médio?
    Vocês fazem essa assessoria?
    O valor das propinas são infinitamente menores para alunos portugueses…
    Obrigada!

    • Olá Joseane,

      O acesso à universidade, através das notas do Enem ocorre através do concurso para estudantes internacionais. O fato é que quem tem dupla cidadania, sendo uma europeia, não é enquadrado como estudante internacional. Desta forma, deverá fazer o exame nacional.

      Se tiver interesse em conhecer os nossos serviços, acesse: https://estudaremportugal.com.br/produtos/

  9. Olá, estou querendo no ano de 2019 entrar para uma faculdade portuguesa, pois estou terminando o meu ensino médio em 2018 aqui no Brasil. Sou brasileiro e tenho cidadania portuguesa, dessa forma, gostaria de saber o que devo fazer para ingressar no curso de engenharia mecânica ou civil, o que devo fazer?

    • Olá Rodrigo,
      Tendo a cidadania, deverá se inscrever e fazer as provas em Portugal do exame nacional. As inscrições acontecem em Fevereiro e as provas em Junho.

  10. Ola,

    Se a inscrição é em fevereiro e a prova é em junho, então não é possivel sair do ensino médio e inciiar a universidade no ano seguinte, correto?
    Ou é possivel realizar a prova ainda cursando o 3° Ano aqui no Brasil e apresentar os documentos de conclusão no final do ano letivo brasileiro?

    Obrigado

    Paulo Santos

    • Olá Paulo,

      O ano letivo em Portugal começa em Setembro, o que não coincide com o final do ano letivo brasileiro. Como para concorrer é necessário ter a equivalência das notas e isso só é feito com o histórico final do ensino médio, os estudantes brasileiros devem fazer a inscrição nos exames já tendo terminado o 3º ano no Brasil.

      Espero ter esclarecido sua dúvida.

      Um forte abraço.

      Rosimar Gouveia – Estudar em Portugal

  11. Boa tarde, tenho dupla cidadania (brasileira e italiana) pretendo mudar para Portugal e fazer o curso de Licenciatura em Enfermagem em Lisboa, Coimbra ou Porto, Gostaria de saber se precisarei fazer o exame nacional, e se sabe se é difícil conseguir entrar nesse curso nessas Universidades? Tenho real interesse nos seus serviços, se puder me mandar tudo por email (inclusive orçamento) agradeço bastante.

  12. Boa noite, tenho dupla cidadania e fiz o ENEM, é mais facil entrar pelo enem ou pela prova nacional? Levando em conta q minha média no enem é mais de 600

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *